A conversa entre procurador e juiz é comum desde que inventaram a ciência do Direito. Quem disser o contrário nunca advogou ou judicou.

PIN
É oportuno aclarar que o advogado é procurador da parte tanto quanto é procurador aquele que representa o Estado. Havia um Juiz na cidade onde advogo, que todas as poucas vezes em que eu o procurei para falar de detalhe importante de uma determinada ação judicial, de pronto ele barrava o discurso dizendo: “Doutor, não[…]

Após decisão do STF, Fachin libera venda de ações da TAG

PIN
Privatização Decisão foi proferida após entendimento do STF de afastar exigência de autorização legislativa e de licitação para a venda de subsidiárias. sexta-feira, 7 de junho de 2019 Após decisão do plenário do STF, permitindo a venda de subsidiárias estatais sem licitação e sem aval do Congresso, o ministro Edson Fachin liberou a continuidade do procedimento[…]

Decolar.com deve parar de veicular ofertas sem divulgação de preços

PIN
A juíza de Direito Maria Christina Berardo Rucker, da 2ª vara Empresarial do RJ, determinou liminarmente que a Decolar.com se abstenha de veicular ofertas cujos preços não estejam disponíveis para contratação pelos consumidores. A magistrada também estabeleceu que a empresa informe os preços de produtos e serviços com indicação clara das datas disponíveis. O pedido[…]

Empresas não podem usar marca de concorrente em palavras-chave ao anunciar na internet

PIN
TJ/SP determinou que Google desvincule anúncios de concorrentes do nome de marca de consultoria de RH. Google deve desvincular anúncios de concorrentes dos termos de pesquisa que contenham o nome de marca de consultoria de recursos humanos. Decisão é da 1ª câmara Reservada de Direito Empresarial do TJ/SP, ao ponderar que uso do nome de[…]

Ex-marido é condenado a quitar dívida de presentes de casamento

PIN
Sentença proferida pela 4ª Vara Cível de Campo Grande julgou improcedente os pedidos formulados por ex-marido em ação de rescisão contratual contra sua ex-mulher, além de julgar parcialmente procedente os pedidos da ré em reconvenção para condenar o autor ao pagamento da dívida de R$ 5.500,00, oriundo de contrato aditivo mútuo firmado entre as partes,[…]

Leis proibindo aplicativos de transporte são inconstitucionais, decide STF

PIN
LEIS MUNICIPAIS Os aplicativos de transporte individual não podem ser vetados por leis municipais. O Supremo Tribunal Federal declarou, nesta quarta-feira (8/5), inconstitucionais as legislações de cidades leis que proibiam o uso desses aplicativos, como Uber, 99 e Cabify, alvos de constantes questionamentos judiciais. Faltou definir, no entanto, a tese relativa ao caso, que valerá para[…]

Mercado Livre não é responsável por fiscalização prévia de informações de terceiros

PIN
A juíza de Direito Débora Kleebank, da 15ª vara Cível de Porto Alegre/RS, julgou improcedente ação coletiva de consumo ajuizada pelo MP/RS contra o Mercado Livre. O parquet alegava que a plataforma comercializava ilicitamente diplomas de conclusão de ensino médio e de cursos profissionalizantes. Para a magistrada, não compete ao Mercado Livre a fiscalização prévia[…]